6 de novembro de 2010

Fluído

Par
Teu futuro
Meu futuro
Ímpar
E meu desejo
Apenas desejo

Ímpar, par, ímpar, par, ímpar, par

E na tua presença
Cala-se o grito 
Acalma sereno
Balanço da rede

Ímpar, par, ímpar, par, ímpar, par

E na tua presença
Deixei
O céu transluzir em água sinuosa         
O vento tem asas para voar?

Ímpar, par

E na tua presença
Deixei
Aquelas lágrimas vertidas
Somarem-se ao mar

Ímpar, par, ímpar, par, ímpar, par

E nesse eufemismo gigante de ser
O universo
E nós
Tornaremos um

Ímpar, par

E nesse eufemismo gigante de ser
Ímpar, par, ímpar, par

Ímpar

3 comentários:

Jéssica Trabuco disse...

"E nós
Tornaremos um"

Adorei !

Henrique Miné disse...

caralho, o que gosto de você é que você SEMPRE surpreende. Com essas palavras tão meticulasamente escolhidas, sempre fica excelente, qualquer coisa que escreve.

Adorei! [2]

beeeijos.

Anônimo disse...

ímpar, par, ímpar, par, ímpar. quem será que ganha? esse post con certeza tem vários tipos de interpretação e deixa tudo muito subentendido. além de ser lindo, amei.