1 de novembro de 2010

Catarsear


O sol descendo ladeira
Abaixo
A lua iminente 
Suscitou-se em crepúsculo

Seria como
Entrar dentro em si 
E ver-se

O vento a brisar
Ana
O céu e o mar

Sonho-te
Alma minha
Então retenho purificação

Havendo-te
Sem mais

3 comentários:

Ana.K disse...

Gosto tanto de suas palavras dona Ana *-*

Thuan Carvalho disse...

Ana e o mar, mar e ana.

Thaai disse...

Que lindo!
Senti saudade de quando admirava mais o meu céu...